ECONOMIA - UNIP - EXERCÍCIOS MÓDULO IV - DIREITO

Exercício 1:

Considere o tipo de mercado em que existe, de um lado, um único empresário dominando inteiramente a oferta e, de outro, todos os consumidores. Não há, portanto, produto substituto perfeito ou concorrente. Nesse caso, ou os consumidores se submetem às condições impostas pelo vendedor, ou simplesmente deixarão de consumir o produto. Essas características correspondem:

A)À concorrência monopolista em que há número significativamente grande de produtores e a participação de cada um é também significativa.

B)Ao monopólio perfeito em que exista grande número de empresas oferecendo um mesmo produto.

C)Ao monopólio em que o produto ofertado nesse mercado é diferenciado, não homogêneo.

D)Ao oligopólio enquanto estrutura de mercado intermediária entre a concorrência perfeita e o monopólio.

E)À concorrência perfeita em que os produtos são homogêneos e, portanto, não necessária competição entre os agentes envolvidos.

 

Exercício 2:

Partindo-se da premissa que a característica dos mercados perfeitos é aquela que permite que os agentes possam reagir aos sinais indicativos, representados pelos preços, os quais promoveriam em curto tempo os deslocamentos necessários a fim de se reverterem automaticamente certas situações indesejáveis. Para que ocorra, é necessária a ausência de barreiras à entrada. A essa capacidade de autocorreção do mercado chamou-se de automatismo.(texto adaptado de NUSDEO, Fábio. Curso de economia: introdução ao direito econômico. 9ª. Ed. São Paulo: RT, 2015.)

Assim, considerando o texto acima aponte qual é característica do mercado se refere o autor, normalmente apontada como uma falha de mercado?

A)produção (mobilidade de fatores).

B)poder de monopólio.

C)economias de escala.

D)custos de transação.

E)legislação ambiental.

O aluno respondeu e acertou. Alternativa(A)

Comentários:

 

Exercício 3:

A primeira dessas duas motivações pode ser vista como de caráter negativo, por ter como finalidade reparar um mau funcionamento operacional. A segunda já se apresenta com uma motivação positiva, almejando implantar novos resultados, melhores ou mais desejáveis, do que seria de se esperar do desempenho normal do sistema, ainda quando corrigidas as suas inoperacionalidades. Assim, a presença do poder público na economia deixa deter apenas por justificação as falhas do mercado. Uma segunda e extremamente poderosa motivação acoplou-se à primeira. Decorre das preferências políticas quanto ao desempenho tout court do sistema, levando o Estado não apenas a complementá-lo mas a direcioná-lo deliberadamente em função de fins específicos. Começa-se, assim, a falar na ________, e a aceitá-la, desde que cercada das indispensáveis cautelas para limitá-la ao estritamente necessário, a fim de suprir as disfunções maiores do sistema. (adaptado de NUSDEO, Fábio. Curso de economia: introdução ao direito econômico. 9. Ed.São Paulo: RT, 2015.) Sobre o que o texto acima se refere?

A)mercado de falhas.

B)falhas acadêmicas do governo.

C)intervenção do Estado na economia.

D)programa de política agrária.

E)no programa de política de redistribuição de rendas.

O aluno respondeu e acertou. Alternativa(C)

 

Exercício 4:

Sobre as falhas de mercado e de governo, considere as seguintes afirmações:

I. As falhas de mercado nunca são capazes de justificar a intervenção estatal na economia.

II. As falhas de governo oferecem uma perspectiva neoliberal ao problema da intervenção do Estado na economia e sugerem que, nem sempre, a intervenção do Estado é capaz de corrigir eficientemente as falhas de mercado.

III. Captura regulatória é um exemplo típico de falha de governo, no qual os interesses públicos são cooptados pelos interesses particulares.

Sobre tais assertivas, é correto afirmar que:

A)todas as assertivas são verdadeiras.

B)todas as assertivas são falsas.

C)as assertivas I e II são falsas e a assertiva III é verdadeira.

D)a assertiva I é falsa e as assertivas II e III são verdadeiras.

E)as assertivas II e III são falsas e a assertiva I é verdadeira.

 

Exercício 5:

Sobre as falhas de governo, é correto afirmar:

A)inexistem, pois o Estado jamais comete erros.

B)b) na medida em que apontam as falhas relacionadas à intervenção estatal na economia, devem ser ponderadas na decisão sobre se o Estado deve intervir:se os custos associados às falhas de governo para corrigir as falhas de mercado superarem os custos das falhas de mercado, deverá haver intervenção estatal.

C)na medida em que apontam as falhas relacionadas à intervenção estatal na economia, devem ser ponderadas na decisão sobre se o Estado devem intervir:se os custos associados às falhas de governo para corrigir as falhas de mercado forem inferiores aos custos das falhas de mercado, deverá haver intervenção estatal.

D)são uma construção ideológica marxista, relacionada ao pensamento de Adam Smith da mão invisível do mercado.

E)existem, mas são insignificantes, especialmente nos países do 3º Mundo.

 

Exercício 6:

Sobre os fundamentos jurídicos do sistema econômico de autonomia, considere as seguintes assertivas:

I. A codificação do direito privado lidou com a massificação crescente das relações econômicas.

II. O crescimento da produção, ocorrido a partir da Revolução Industrial, não só desestruturou o artesanato, como também tornou inadequada a utilização de legislação dispersa, resquício medieval.

Sobre tais assertivas, é correto afirmar:

A)As afirmações I e II estão corretas. A afirmação II constitui justificativa para a alternativa I.

B)As afirmações I e II estão corretas. A afirmação II não constitui justificativa para a alternativa I.

C)A afirmação I está correta e a afirmação II está incorreta. A afirmação II não constitui justificativa para a alternativa I.

D)A afirmação A está incorreta e afirmação B está correta. A afirmação II não constitui justificativa para a alternativa I.

E)As afirmações I e II estão incorretas. A afirmação II constitui justificativa para a alternativa I.

 

Exercício 7:

Considere as seguintes assertivas:

I. O mercado pode ser definido como o local ou contexto em que compradores(que compõem o lado da procura) e vendedores (que compõem o lado da oferta) de bens, serviços ou recursos estabelecem contatos e realizam transações.

II. Em certa medida, o direito acaba acomodando os diversos interesses decorrentes da pressão social dos diversos grupos de pressão.

III. Como inexistem relações entre direito e economia, não há nada de jurídico no mercado, mas apenas e tão somente econômico.

Com base em seu conhecimento sobre a matéria, assinale a alternativa correta:

A)Todas as assertivas são verdadeiras.

B)Todas as assertivas são falsas.

C)As assertivas I e II são falsas e a assertiva III é verdadeira.

D)A assertiva I é falsa e as assertivas II e III são verdadeiras.

E)As assertivas I e II são verdadeiras e a assertiva III é falsa.

 

Exercício 8:

Assinale a alternativa correta:

A)A função alocativa do Estado consiste em determinar de que modo os recursos do Estado serão distribuídos para oferecer serviços públicos.

B)A função distributiva do Estado consiste na decisão sobre como transferir a renda recolhida por tributos para o núcleo administrativo do Estado.

C)É exemplo de uso da função distributiva do Estado a construção de uma rede de distribuição de água.

D)A função estabilizadora do Estado consiste no uso da função alocativa para estabilizar o crescimento econômico.

E)As falhas de mercado consistem em problemas na construção de uma área de mercado, podendo sujeitar-se à interdição em virtude do uso do poder de polícia.

 

Exercício 9:

Sobre o oligopólio, considere as seguintes afirmações:

I. O oligopólio é a estrutura de mercado, em que algumas empresas dominam a produção e possuem poder para manipular o mercado.

II. Os efeitos e consequências do oligopólio não são comparáveis aos do monopólio.

III. Diversamente do monopólio, há mercados oligopolizados, caracterizados por competição feroz.

Sobre estas assertivas, assinale a correta:

A)Todas as assertivas estão corretas.

B)Nenhuma das assertivas está correta.

C)Somente a assertiva I é correta, ao passo que as assertivas II e III estão incorretas.

D)Somente a assertiva II é correta, ao passo que as assertivas I e III são incorretas.

E)A afirmação II é incorreta, ao passo que as afirmações I e III são corretas.

 

Exercício 10:

Considere as seguintes assertivas.

I. Todo monopólio é ruim para a sociedade.

II. As patentes para a fabricação de medicamentos, concedidas aos seus inventores após pesados investimentos em pesquisa, são um monopólio, legalmente autorizado, que produz efeitos positivos para a sociedade: é melhor pagar caro por algum medicamento do que não ter aquele medicamento.

Sobre tais assertivas, é correto afirmar:

A)Ambas as assertivas estão incorretas. Nenhuma das assertivas se relaciona uma com a outra.

B)A assertiva I está correta e a assertiva II está incorreta. A assertiva I explica o porquê de a assertiva II estar errada.

C)A assertiva I está incorreta e a assertiva II está correta. A assertiva II explica o porquê de haver monopólios bons para a economia.

D)Ambas as assertivas estão corretas. Contudo, nem a assertiva I explica a assertiva II, nem a assertiva II explica a assertiva I.

E)A assertiva I está incorreta e a assertiva II está correta. A assertiva II não explica o porquê de haver monopólios bons para a economia.

 

Exercício 11:

A divisão do mercado decorre da possibilidade de se diferenciar o produto, ou seja, de apresentá-lo sob formas e condições diversas.

Cai o pressuposto da homogeneidade do bem, até aqui uma hipótese básica de trabalho de todas as formulações relativas ao regime descrito pelos economistas neoclássicos. A diferenciação do produto pode ser objetiva, no caso do seu acabamento ou da sua apresentação variarem, como também pode ser subjetiva, quando via propaganda ou outro veículo qualquer se induz o consumidor a acreditar que determinado produto ou certa marca lhe atendam melhor a necessidade sentida ou criada.

Aliás, os símbolos, marcas, patentes, logotipos e outros veículos usados pela propaganda e pela promoção, em grande parte tutelados pelo direito da propriedade intelectual, desempenham um papel fundamental no processo de diferenciação de produtos e de discriminação de mercados.

Essa crença, tão ciosamente instilada nos consumidores pelos veículos da publicidade, dá origem à chamada procura viscosa, que vem a ser aquela procura grudenta que sob várias formas se apega a determinados fornecedores, circulando de um para outro morosa e dificultosamente. O que diferencia um hidrante da Monange de outro da Clinique ou do Boticário?

Estabelece-se uma espécie de afeição comercial entre alguns clientes e os seus fornecedores, em função do tipo de atendimento, da decoração do estabelecimento, das características do produto, diferenciadas em função dessaviscosidade, no fundo um conjunto de características psicoculturais próprias a grupos distintos de consumidores. (adaptado de NUSDEO, Fábio. Curso de  economia: introdução ao direito econômico. 9ª Ed. São Paulo: RT, 2015). À qual estrutura de mercado o texto se refere?

A)Concorrência pública.

B)Concorrência mais que perfeita ou concorrência monopolística.

C)Concorrência perfeita.

D)Concorrência imperfeita.

E)Monopsônio ou monopólio.

 

Exercício 12:

Os oligopólios se definem como:

A)estruturas de mercado em que apenas uma empresa detém o poder de mercado.

B)mercados consumidores compostos por apenas uma entidade supranacional.

C)mercados consumidores compostos por poucas entidades, devido ao seu poder de compra diferenciado.

D)estruturas de mercado em que poucos agentes econômicos detêm o poder de mercado, podendo se classificar como concentrados ou competitivos.

E)estruturas em que há apenas um mercado consumidor e um ofertante específicos.

Exercício 13:

Analise as proposições abaixo e assinale a alternativa

correta:

I. Nas estruturas de mercado monopolizadas, a competição é mais acirrada. Os poucos agentes de mercado precisam lutar por cada pedaço de suas vendas para obterem mais lucro.

II. Nas estruturas de mercado oligopolizadas, a competição sempre será menos acirrada. Os agentes de mercado nem sempre concordam com a atuação que estabelecem em conjunto, e tais discordâncias refletem-se no mercado de determinado produto.

III. A concorrência perfeita caracteriza-se sobretudo pela possibilidade de os vendedores influenciarem a procura e os preços por vários meios (diferenciação de produtos, publicidade, localização, variações no preço).

A)Todas as assertivas são verdadeiras.

b) Todas as assertivas são falsas. (CORRETA)

c) Apenas a assertiva I é verdadeira.

d) Apenas as assertivas I e II são falsas.

e) Somente a assertiva III é falsa.

 

Exercício 14:

De forma geral, reconhece-se no sistema econômico de autonomia que o Estado deve possuir certas funções na sociedade. Permeando estas três funções, há a ideia de falhas de mercado. Assim, aponte quais são as três principais funções que o Estado deve possuir nesse sentido:

A)funções alocativas, distributivas e estabilizadoras.

B)funções microeconômicas, macroeconômicas e monopolistas.

C)funções alocativas, distributiva e instabilizadora.

D)funções cognitivas, impositivas e sensibilizadoras.

E)funções alocativas, estabilizadoras e inclusivas.

 

Exercício 15:

Entre os vários fatores que podem ser elencados na formação dos sistemas de livres:

Aquisição de direitos fundamentais (vida, liberdade e propriedade), elevados à categoria superior de direitos constitucionais:

Evolução do Estado, de modo que este pudesse, crescentemente, intervir nas atividades econômicos dos vários grupos de agentes econômicos e políticos;

Surgimento da divisão entre o público e o privado, no sentido deque os bens do governante passam a se diferenciar dos bens do Estado, os quais estão vinculados ao interesse público.

Sobre tais assertivas, é correto afirmar:

A)I, II estão corretas, mas não a terceira, cuja concepção ocorreu apartir da segunda metade do século XX

B)Apenas pode ser considerada correta a assertiva III, já destacada na própria economia feudal

C)A assertiva I está incorreta e as assertivas II estão erradas.

D)A assertiva I está correta e a II está incorreta. A assertiva I explica o porquê da II estar errada.

E)A assertiva I está incorreta e a assertiva II está correta. A assertiva II não explica o porquê de haver monopólios bons para a economia. 

Comentários