COMUNICAÇÃO JURÍDICA - MÓDULO I

 Exercício 1:

A respeito do texto descritivo assinale a alternativa correta:

A)Na descrição objetiva não há uma maior aproximação possível da realidade.

B)Na descrição objetiva há utilização de linguagem conotativa.

C)Na descrição subjetiva há utilização de linguagem real, sem discussão do que é retratado.

D)Na descrição subjetiva poderá haver a transmissão de um estado de espírito e de sentimento.

E)No caso da descrição subjetiva não há a possibilidade de discussão sobre as percepções obtidas.

 

Exercício 2:

A respeito do texto dissertativo-argumentativo considere as assertivas abaixo e assinale a alternativa correta.

I - O texto dissertativo-argumentativo tem como objetivo persuadir e convencer, ou seja, levar o leitor a concordar com a tese defendida.

PORQUE

II - Expressa uma opinião crítica acerca de um assunto, sendo defendida uma tese sobre esse assunto através de uma argumentação clara e objetiva, fundamentada em fatos verídicos e dados concretos.

A)A primeira assertiva é verdadeira e a segunda assertiva é falsa;

B)A primeira assertiva é falsa e a segunda assertiva é verdadeira;

C)As duas assertivas são falsas;

D)As duas assertivas são verdadeiras e a segunda justifica a primeira;

E)As duas assertivas são verdadeiras e a segunda não justifica a primeira;

 

Exercício 3:

(CEITEC 2012 - FUNRIO - ADVOGADO - AAO-ADVOGADO) O trecho que segue foi extraído do conto “Lâmpadas e Ventiladores”, de Humberto de Campos:

A tarde estava quente, abafada, ameaçando tempestade. Na sala da sorveteria onde tomávamos chá, os ventiladores ronronavam, como gatos, refrescando o ambiente. Lufadas ardentes, fortes, brutais, varreram, lá fora, o asfalto da Avenida. O céu escureceu, de repente, e um trovão estalou, rolando pelo céu. Nesse momento, as lâmpadas do salão, abertas àquela hora, apagaram-se todas, ao mesmo tempo em que, dependendo da mesma corrente elétrica, os ventiladores foram, pouco a pouco, diminuindo a marcha, até que pararam, de todo, como aves que acabam de chegar de um grande voo.

Sobre a tipologia textual dessa passagem do conto, pode-se dizer a organização predominante é

A)argumentativa;

B)descritiva;

C)expositiva;

D)narrativa;

E)poética;

 

Exercício 4:

Assinale (V) para Verdadeiro e (F) para Falso e assinale a alternativa que corresponde com a ordem das respostas:

( ) A escrita não pode ser tida como representação da fala. Em parte, porque a escrita não consegue reproduzir muitos dos fenômenos da oralidade, tais como a gestualidade, os movimentos do corpo e dos olhos, entre outros;

( ) A fala e a escrita são duas modalidades de uso da língua que, embora se utilizem do mesmo sistema linguístico, possuem características próprias.

( ) Na linguagem oral podemos afirmar que sempre há informalidade no discurso, maior densidade lexical e possibilidade de correções;

( ) A Linguagem oral pode ser passível de ruptura de raciocínio, repetição de palavras, em geral o orador não se prende a uma linha de raciocínio, existindo contato direto entre as partes;

A)V, F, V, V;

B)V, F, V, F;

C)F, V, F, F;

D)V, V, F, V;

E)V, F, F, V;

 

Exercício 5:

Assinale a alternativa que apresenta as características da língua falada.

I.    A língua falada pressupõe contato direto entre sujeito e interlocutores, em situações informais. Detém recursos importantes como entoação, timbre, altura, ênfase, pausas, velocidade da enunciação, impossíveis de serem representadas graficamente.

II. A língua falada é mais espontânea, não apresentando grande preocupação gramatical do ponto de vista normativo. Não há grande preocupação com as regras gramaticais de concordância, regência e colocação, nem com a clareza das construções sintáticas.

III. A língua falada conta com vocabulário mais restrito, mas está em constante renovação. Conta com recursos extralinguísticos, contextuais, tais como gestos, expressões faciais, postura, que muitas vezes completam ou esclarecem o sentido da comunicação.

IV. Recursos extralinguísticos precariamente buscam reproduzir traços próprios e peculiares da língua falada por sinais de pontuação: exclamação, interrogação, reticencias, hífen, parênteses, travessão, pelo emprego de maiúscula, de negrito, itálico ou de sublinhas.

A)Apenas a I;

B)Apenas a I e a II;

C)Apenas a III;

D)Apenas a I e a IV;

E)Todas são corretas.

 

Exercício 6:

Assinale a alternativa que corresponde às características da linguagem informal.

I - A linguagem informal pode ser nomeada também de registro informal. É usada quando há familiaridade entre os interlocutores da comunicação ou em situações descontraídas.

II - Apresenta despreocupação relativa relação ao uso de normas gramaticais; Serve-se de vocabulário simples, expressões populares e coloquialismos; Apresenta o uso de gírias, palavrões, neologismos, onomatopeias, gestos;

III - Temos situações próprias de uso da linguagem informal: conversas cotidianas; mensagens de celular; chat na internet; WhatsApp; bilhetes; recados; cartões comemorativos, situações que imitam a realidade (filmes, novelas, peças teatrais).

V - A linguagem informal se realiza também a partir do uso de palavras abreviadas ou contraídas: cê, pra, tá. A linguagem informal se sujeita a variações regionais, culturais e sociais. Apresenta registro espontâneo e pouco prestigiado, por vezes incorreto e desleixado. Realiza-se entre familiares, amigos, parceiros amorosos.

A)Apenas a I e II;

B)Apenas a II e a III;

C)Apenas a III e IV;

D)Todas são corretas;

E)Todas são incorretas.

 

Exercício 7:

São marcas da linguagem formal:

I. a utilização rigorosa das normas gramaticais (norma culta); pronúncia clara e correta das palavras; utilização de vocabulário rico e diversificado; registro de prestigiado, complexo e erudito;

II. a presença de orações mais encadeadas por subordinação; ausência de neologismos, gírias, palavrões; ausência de orações inacabadas;

III.  o fato de a linguagem formal ser constitutiva de discursos públicos ou políticos; de discurso em salas de aula, em conferências, em palestras, em seminários; em exames e em concursos públicos;

IV. a linguagem formal também marca a enunciação de reuniões de trabalho e de entrevista de emprego; em documentos oficiais, cartas, requerimento; em audiências, plenária do tribunal do júri, tribunais.

A)Apenas a I;

B)Apenas a I e a II;

C)Apenas a III;

D)Apenas a I e a IV;

E)Todas são corretas.

 

Exercício 8:

11) A respeito da memória discursiva considere as assertivas abaixo e assinale a alternativa correta.

I – É a memória linguística que se acumula desde a concepção e que se alonga por toda vida da pessoa.

II – Nela temos registros de falas, regras, aprendizado, narrativas que fazem e dão sentido ao que interpretamos.

III – Não há relação entre todos os registros que se acumulam funcionam e os limites de nossa condição de produzir e interpretar o sentido.

A)I e II.

B)I e III.

C)II e III.

D)apenas a II.

E)apenas a III.

 

Exercício 9:

12) Complete as sentenças abaixo e assinale a alternativa correta: (1,0)

1 – A memória ___________________________________ é sobre fatos vividos ou narrativas assistidas e tem como objetivo principal a compreensão de fatos da atualidade;

2 – A memória ____________________________________ é o acúmulo de conhecimentos ao longo da vida. Devemos observar que cada indivíduo tem a sua capacidade de interpretar tal sentido acumulado;

3 – A memória ____________________________________ é o acúmulo de conhecimentos obtidos através das experiências ou eventos vividos por uma comunidade;

A)memória coletiva, memória discursiva, memória histórica;

B)memória histórica, memória discursiva, memória coletiva;

C)memória discursiva, memória histórica, memória coletiva;

D)memória discursiva, memória coletiva, memória histórica;

E)nenhuma alternativa está correta;

 

Exercício 10:

8) Quanto aos níveis formal e informal de linguagem, podemos dizer que:

I. Os níveis de linguagem formal e informal são determinados pelos lugares de enunciação e pelo lugar social dos interlocutores. Diferentes contextos sociais e comunicativos exigem diferentes linguagens. É essencial que o falante saiba ajustar o seu discurso aos diferentes contextos comunicativos.

II. Quando nos encontramos em um lugar de enunciação informal, não necessariamente podemos usar a linguagem informal com todas as pessoas. O lugar de enunciação não supera a formalidade das relações pessoais a ponto de permitir o uso de informalidade entre elas. Logo, o nível de linguagem informal não se sobrepõe à relação de formalidade entre as pessoas.

III. O lugar de enunciação informal permite modalização da linguagem formal que regula relações pessoais, por fazer com que prevaleça a linguagem predominante, no caso a informal. Podemos adotar intimidade nas relações pessoais em função de estarmos e um contexto informal.

IV.    Se estivermos em um lugar de enunciação formal, devemos adotar um nível de linguagem formal, mesmo com pessoas com as quais guardamos maior intimidade.

A)Apenas a I;

B)Apenas a I e a II;

C)Apenas a III;  

D)Apenas a I e a IV;

E)Todas são corretas.

 

Exercício 11:

No texto narrativo é possível identificar várias espécies de narrador:

I - Narrador onisciente e onipresente: Conhece intimamente as personagens e a totalidade do enredo, de forma pormenorizada. Utiliza maioritariamente a narração na 3.ª pessoa, mas pode narrar na 1.ª pessoa, em discurso indireto livre, tendo sua voz confundida com a voz das personagens, tal é o seu conhecimento e intimidade com a narrativa.

II - Narrador observador, não participante ou ausente: Limita-se a contar a história, sem se envolver nela. Embora tenha conhecimento das ações, não conhece o íntimo das personagens, mantendo uma narrativa imparcial e objetiva. Utiliza a narração na 3.ª pessoa.

III - Narrador personagem, participante ou presente: Conta a história na 1.ª pessoa, do ponto de vista da personagem que é. Apenas conhece seus próprios pensamentos e as ações que se vão desenrolando, nas quais também participa. Tem conhecimentos limitados sobre as restantes personagens e sobre a totalidade do enredo. Este tipo de narração é mais subjetivo, transmitindo o ponto de vista e as emoções do narrador.

A)As assertivas I e II estão corretas;

B)As assertivas I e III estão corretas;

C)As assertivas II e III estão corretas;

D)Todas as assertivas estão corretas;

E)Todas as assertivas estão incorretas;

 

Exercício 12:

10) No que tange ao tema formações imaginárias é correto dizer que todo sujeito é constituído por vários tipos de memórias que determinam a interpretação do outro e de si mesmo quando se dispõe a traduzir o seu pensamento. Com relação a memória coletiva assinale a alternativa correta.

A)trata-se da memória ancestral da sociedade oriental, não tendo, portanto, qualquer tipo de repercussão no inconsciente coletivo ocidental.

B)trata-se de memória disponível ao homem, sendo, portanto, dado a ele a possibilidade de compreender como se dá o seu gesto de interpretação.

C)trata-se de memória disponível ao homem, sendo, portanto, dado a ele a possibilidade de compreender como se dá o seu gesto de interpretação.

D)nesta memória está registrado todo o passado da humanidade que acaba por constituir todos os homens.

E)nesta memória está registrado todo o passado da humanidade que acaba por constituir todos os homens, sendo, portanto, dado a eles a possibilidade de compreenderem como se dá o seu gesto de interpretação.

 

 

Comentários