Multa de trânsito só é válida se houver notificações de defesa e de provimento de recurso

 A 6ª Turma do TRF 1ª Região decidiu que, para ter validade uma multa de trânsito, deve ser composta por duas notificações: uma para efeito de defesa e outra com a decisão de provimento ou não da autuação.

O entendimento se aplica no caso de um motorista que foi notificado enquanto dirigia veículo da empresa para a qual prestava serviços. A multa foi aplicada sem que a empresa fosse advertida, e, por esse motivo, a proprietária do veículo acionou a Justiça Federal.


Segundo o relator, desembargador federal João Batista Moreira, 


a notificação do condutor do veículo vale para efeito do exercício da defesa, mas é indispensável, em seguida, decisão da autoridade superior ao agente que procedeu à autuação, aplicando ou não a pena para efeito de recurso, se for o caso”, o que não ocorreu na situação em questão.


A decisão foi unânime.

Processo: 0001924-27.2004.4.01.3400

Data do Julgamento: 04/05/2020

Data da Publicação: 06/05/2020

LS

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Tribunal Regional Federal da 1ª Região

 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DEFESA DA AUTUAÇÃO NO PROCESSO ADMINISTRATIVO DE TRÂNSITO

Já imaginou se livrar de um processo criminal, com base em uma teoria?